As soluções tecnológicas da TerraMagna

Em nossos artigos, sempre abordamos a questão da tecnologia como um dos fatores de evolução do agronegócio brasileiro, afinal de contas, um dos objetivos da TerraMagna é criar inovações para construir canais confiáveis e escaláveis entre toda a cadeia de insumos.

Só que algumas pessoas, apesar de saberem que trabalhamos com o monitoramento via satélites, me perguntam quais são os serviços que oferecemos ou como eles são aplicados nas empresas que nos contratam. Por isso, hoje eu dou início à uma série de três artigos que irão explicar como a tecnologia da TerraMagna está revolucionando a maneira que o crédito é analisado e concedido no agronegócio.

Monitoramento de lavouras via satélites

Com uma constelação de mais de 15 satélites, nós monitoramos lavouras em todo o Brasil. As imagens captadas são analisadas por nossa inteligência artificial e cruzadas com dados governamentais, regionais, entre outros, para garantir a segurança da produção.

Empresas como distribuidores de insumos, cooperativas, tradings e bancos, usam essa tecnologia para fazer a análise pré-financiamento e acompanhar lavouras de garantia à distância – do plantio até a colheita – nos mais distantes municípios brasileiros.

A nossa tecnologia comprova a real capacidade produtiva das áreas de garantia e acompanha todo seu desenvolvimento, para que os credores, ou seja, quem toma essas produções como garantia de uma venda, possam ter um recebimento tranquilo.

Antecipação de recebíveis

Distribuidores de insumos, normalmente, através das operações de barter, vendem a prazo para os produtores rurais e só recebem no final da safra. Uma vez que conseguimos avaliar e monitorar as lavouras, nós ajudamos a garantir a segurança do que é produzido. Isso permite que esses títulos de pagamento a prazo sejam conectados com o mercado de capitais para que investidores os “comprem”, pagando os distribuidores à vista, gerando assim, diversos benefícios.

Como o agro apresenta naturalmente um alto risco intrínseco, os investidores mais tradicionais, de outra maneira, não costumam se arriscar em operações financeiras nesse setor. Mas com a nossa análise e o acompanhamento tecnológico, nós conseguimos medir os riscos de uma produção. O investidor, conhecendo o potencial e os riscos da operação, se sente seguro para antecipar o recebimento dessas vendas a longo prazo para os distribuidores.

Vendendo seus títulos de crédito, os distribuidores conseguem comprar mais insumos com desconto, pagar seus fornecedores à vista, além de ficarem livres de riscos de quebra de safra e inadimplência.

Quer saber mais?

Na próxima semana, explicarei em mais detalhes como funciona o monitoramento de satélites e como as mais diferentes empresas fazem uso dessa tecnologia.

Mas, se quiser saber mais sobre nossos serviços, visite nosso site.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crédito seguro para o agronegócio

Av. Anchieta, 1078
     Jardim Nova America
     São José dos Campos – SP

+55 (12) 9 8121-0847

[email protected]