TerraMagna Logo
Portal do
produtor rural
Silos de graos agricolas na grama sob ceu azul representando a agroindustria

Agroindústria: tudo o que você precisa saber sobre o segmento

Sabe como a agroindustria se relaciona com o agronegócio? Não? Então leia e descubra tudo agora!

Como se sabe, a atividade agropecuária no país representa uma grande fatia do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro; segundo o último Censo Agro do IBGE, mais de 15 milhões de pessoas atuavam no setor em mais de 5 milhões de estabelecimentos. 

Isso sem contar os bilhões de dólares movimentados ano após ano.

Neste artigo, você vai conhecer melhor um panorama sobre a agroindústria no Brasil, a importância dela, os principais tipos e muito mais. Continue a leitura!

Como a agroindústria é definida? 

A agroindústria é um conjunto de atividades ligadas à transformação de matérias-primas vindas de diferentes segmentos, como agricultura, pecuária, aquicultura e silvicultura. 

No caso, os produtos primários se transformam em subprodutos, que, em sua grande maioria, são destinados à produção de alimentos para o consumidor final. 

A ideia é mudar essa matéria-prima, prolongando, assim, a sua disponibilidade, aumentando o prazo de validade e reduzindo a sazonalidade, além, é claro, de agregar valor aos alimentos in natura.

Categorias da agroindústria

Falamos sobre grande parte da matéria-prima ser ligada ao setor alimentício, mas ele não é o único que recebe insumos. 

Existem duas categorias: alimentar e não alimentar. A primeira, como o próprio nome sugere, se resume a um processo em que a matéria-prima é obtida, manuseada, armazenada, processada, comercializada e distribuída, com foco na alimentação. 

Por sua vez, a categoria não alimentar está ligada à transformação ou mesmo reutilização de produtos com foco em outras funções, como vestuário, couro e produção de energia. 

Vale a pena destacar que a agroindústria pode unir mais de um segmento em diferentes processos, o que é comum nos setores rural e industrial. 

Para você ter uma ideia, a lavoura de cana-de-açúcar, por exemplo, e o frigorífico fazem parte do mesmo aglomerado da agroindústria. 

Agroindústria familiar 

Uma vertente que merece ser destacada é a da agroindústria familiar, que é essencial por agregar valor aos produtos vindos dos pequenos produtores rurais e de suas famílias.

Quando falamos sobre o termo “agroindústria”, estamos nos referindo aos processos do campo. Entendemos que isso pode ser realizado por meio dos pequenos produtores com a ajuda de equipamentos. 

Assim, é possível agregar valor aos itens produzidos nessas pequenas propriedades, de maneira que o rendimento com a vida no campo seja aumentado. 

Com isso, as famílias se fixam no campo e melhoram a qualidade de vida por meio dos investimentos acertados em cultivos e criações rentáveis.

Qual é a importância da agroindústria?

De acordo com a Embrapa, a agroindústria tem participação de 5,9% no PIB do Brasil. 

Ela é responsável pelo beneficiamento, transformação e processamento de matérias-primas vindas da agropecuária e ajuda a integrar o meio rural com a economia de mercado. 

O aperfeiçoamento da tecnologia tem contribuído para a melhor qualidade de produtos provenientes da agroindústria, sendo crucial essa associação. 

Os impactos são variados, desde o aumento do conteúdo nutricional de determinadas culturas por meio da biotecnologia até o desenvolvimento de miniusinas que permitem a obtenção de produtos cada vez melhores. 

Grande parte das riquezas brasileiras vêm desse setor; o país é um dos maiores produtores mundiais de carne, por exemplo, além de ter importante representatividade no ramo de biocombustíveis oriundos da cana-de-açúcar. 

Tendo isso em mente, dá para entender melhor o quão essencial a agroindústria é não só economicamente, mas também socialmente no país, tendo em vista que muitos trabalhadores estão ligados ao setor.

E na prática, como funciona a agroindústria?

Assim como toda indústria, o segmento agropecuário também precisa de um local adequado para a instalação e requer atenção a alguns pontos básicos, que precisam ser seguidos e incorporados na rotina para que seja obtido sucesso na empreitada.

Mas quais são exatamente esses pontos? Podemos dividi-los assim: 

  • definição do tipo de tecnologia a ser usada; 
  • definição dos tipos de máquinas, equipamento e acessórios a serem adquiridos; 
  • instalação da sede onde ocorrerão as operações; 
  • planejamento e distribuição dos equipamentos pelo local; 
  • definição de metodologias técnicas aplicadas à produção; 
  • determinação de políticas e regras internas;
  • contratação de pessoal; 
  • garantia de matéria-prima; 
  • abastecimento de insumos secundários e outros.

Vale ressaltar que é importante que os processos de manutenção da agroindústria funcionem perfeitamente. 

Afinal, equipamentos, máquinas e instalações no geral demandam atenção, e, uma vez que falham, podem custar bem caro à indústria.

Quais são os principais tipos de agroindústrias?

Quando falamos sobre o setor agropecuário, é comum logo associarmos a grandes áreas de plantio ou criação de gado. 

No entanto, os tipos de agroindústria e suas frentes de atuação são bastante variadas e há diferentes processos que, aparentemente, são isolados, mas estão relacionados ao agro. Veja, a seguir, quais são eles!

Indústria frigorífica

A principal característica da indústria frigorífica é a industrialização de carnes no geral, podendo, no mesmo local, ser realizados abate, processamento e armazenamento. 

Nesse setor, podem, ainda, ser realizados o armazenamento e a logística de produtos que precisam de refrigeração controlada, além de carnes e seus derivados. 

Indústria de laticínios 

A indústria de laticínios é focada na produção de alimentos que têm como base o leite, e sua principal finalidade é a fabricação de iogurtes, queijos naturais, cremosos e processados. 

Por se caracterizar pelo manejo de um produto altamente perecível – o leite –, esse tipo de indústria deve ser mantida sob vigilância e deve haver uma análise constante dos processos até a chegada ao consumidor.

Indústria de ração animal

A indústria de ração animal é focada na produção de alimentos tanto para animais da pecuária quanto aqueles de estimação. 

O objetivo é garantir um alimento seguro e nutricionalmente equilibrado, trazendo, para isso, um processo voltado para a fabricação de um produto de qualidade e com o melhor
custo-benefício. 

Indústria sucroenergética

Caracteriza-se por ser um ramo da agroindústria que se responsabiliza pela produção de açúcar, álcool e outros derivados da cana-de-açúcar, como etanol e solventes.

O Brasil, por exemplo, hoje está entre os maiores produtores e exportadores mundiais de açúcar e biocombustíveis. 

Indústria têxtil 

É uma grande área da agroindústria que trabalha com a transformação de fibras em fios, de fios em tecidos e, por fim, com produtos prontos para o uso. 

Uma das suas principais matérias-primas é o algodão, embora o petróleo – que dá origem a uma série de fibras usadas por esse tipo de indústrias – também seja usado. Além desses dois elementos, outras matérias da agropecuária – como couro e lã – também constituem parte importante do setor. 

Indústrias de máquinas e equipamentos para agricultura

Também podem ser mencionadas as indústrias de máquinas e equipamentos, que ajudam a solucionar questões ligadas ao plantio, ao manejo e à preparação de uma área de atividade agrícola. 

O principal objetivo delas é reduzir custos com mão de obra, bem como otimizar o tempo gasto nas atividades, potencializando a produtividade. 

Indústria de extração vegetal

Foca a extração de produtos vegetais como madeira, óleos, frutos, borracha, entre outros. 

Vale destacar que não dá para confundir extração vegetal com agricultura, pois o extrativismo é praticado em espécies de plantas que crescem na natureza de forma espontânea e não foram cultivadas pelo homem. 

Desafios da agroindústria 

A agroindústria enfrenta uma série de desafios no seu dia a dia; um dos principais é inserir os agricultores familiares nesse modelo.

A realidade tem mudado por meio de instituições de fomento, cooperativas agroindustriais e políticas públicas educacionais, que permitem aos pequenos produtores conquistarem espaço no mercado e terem maior percentual dos lucros de sua produção.

Outro fator fundamental e desafiador é o crescimento da agroindústria brasileira para que ela alcance o seu máximo potencial por meio da tecnologia. 

Nos últimos anos, o agronegócio vem sendo beneficiado pelo desenvolvimento de recursos tecnológicos, mas nem todos os produtores têm acesso, especialmente porque algumas ferramentas dependem de grandes investimentos. 

A ideia é que cada vez mais produtores possam ter acesso a máquinas e dispositivos que potencializam a capacidade do trabalho humano. Para isso, são necessárias cada vez mais linhas de créditos. 

A ausência de uma gestão profissional é outro ponto fraco e desafiador da agroindústria que precisa ser enfrentado. 

Isso acontece principalmente em negócios de pequeno e médio porte que têm uma representatividade gigantesca no agronegócio nacional. 

No entanto, devido à maior competitividade e à falta de planejamento estratégico, muitos dos empreendimentos com grande potencial não conseguem sobreviver ao mercado. 

Por isso, medidas de gestão que envolvem desde o controle de custos até análises mais detalhadas do lucro vindo de produtos são bons passos. 

É claro que essas medidas ainda são tímidas, pois muitos empreendedores ainda não sabem como agregar valor aos seus produtos da melhor maneira.

Por isso, o crescimento da agroindústria só será consolidado quando esses negócios aprenderem como tornar esse gerenciamento melhor e quando ele for o seu principal objetivo.

Conclusão

Como acompanhamos neste artigo, a agroindústria tem um papel crucial na economia do país, apesar de haver necessidades de avanço para que o segmento continue crescendo.

Uma das principais necessidades continua sendo investimentos eficientes e que permitam tornar a gestão mais efetiva. 

Se você precisa de recursos para investir, conte com a TerraMagna! Nós oferecemos soluções de crédito rural para você investir em insumos agrícolas para a sua propriedade. 
Quer saber mais como funciona a liberação de crédito? Converse com nossos especialistas!

Procurando um tema específico?

Gostou do artigo?

Receba gratuitamente conteúdos exclusivos e inéditos por e-mail, feitos pelos especialistas da TerraMagna.

Veja também

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Crédito seguro para o agronegócio

Av. Anchieta, 1078 – Jd Nova America

São José dos Campos – SP

Contato

 (12) 3923.3355

 [email protected]

(65) 9 9639.1505

Acompanhe as novidades