Programa Nacional de Fertilizantes TerraMagna 2022

TerraMagna Logo
Portal do
produtor rural
Distribuidoras de insumos agrícolas, uma classe que se preocupa com o agronegócio e o futuro do país.

Distribuidoras de insumos agrícolas e seus principais desafios

O agronegócio tem grande representatividade no PIB brasileiro, com importante participação das distribuidoras de insumos agrícolas.

Uma parte desses recursos circula dentro da cadeia de distribuição. 

Pensando na relevância que esses distribuidores têm e no impacto que exercem na atividade produtiva, vamos explicar como funciona o trabalho deles. 

Somente em 2021, o crescimento da agricultura foi de 8,3%, levando à 27,4% no PIB brasileiro, o maior índice em quase 20 anos. Por isso, também alguns dos principais desafios enfrentados por negócios que lidam com o segmento!

Como é o trabalho de uma distribuidora de insumos agrícolas?

A distribuidora de insumos agrícolas tem como função o fornecimento de produtos e serviços. No entanto, o trabalho também inclui a assistência técnica para produtores rurais

No Brasil, o setor de distribuição é composto por empresas que adquirem os insumos dos fabricantes e revendem para produtores agrícolas e pecuaristas. Além disso, existe a presença de distribuidores menores. 

Tais empresas têm grande relevância para o mercado do agronegócio, pois atuam diretamente no crescimento do setor. 

Tudo isso graças à sua capacidade de prestação de serviços, bem como disponibilidade de produtos, novas tecnologias e outros. 

Com a pandemia e as mudanças em diversos setores, as distribuidoras passaram a incorporar cada vez mais serviços para auxiliar e facilitar a vida dos produtores. 

De acordo com a Markestrat é esperada uma transformação e integração tecnológica com a oferta de serviços. Além disso, de acordo com a Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários (ANDAV), o setor movimenta R$160 bilhões e a tendência é de crescimento.

Apesar disso, o segmento ainda enfrenta alguns desafios que precisam ser vencidos para que seu crescimento seja ainda mais expressivo.

Quais os principais desafios na distribuição de insumos agrícolas no Brasil?

Apesar da transformação que o mercado agrícola passou nos últimos anos, com maior especialização e inovação no setor, é fato que uma distribuidora de insumos agrícolas ainda enfrenta grandes desafios.

Aliás, não só ela, mas também os profissionais que atuam em suas dependências. 

A seguir, vamos explicar mais sobre alguns dos principais!

Produção contínua

Os picos produtivos e as necessidades logísticas são um dos principais desafios para uma distribuidora de insumos agrícolas. 

A estratégia de aumento da previsibilidade dos negócios é uma das soluções para antecipar informações sobre produtividade. 

Portanto, é essencial estar em constante contato com o campo para entender a sua demanda e saber quais os insumos mais importantes. 

Outra medida interessante é explorar tanto o modelo B2B quanto B2F (business to farmer ou negócios para produtores rurais). 

Esse último, por exemplo, é quando há um volume de compra por grandes produtores e que representam uma boa lucratividade para o negócio. 

Com isso, a distribuidora consegue estabilizar melhor a renda. 

Nivelamento das tecnologias

Outro desafio para as distribuidoras é o nivelamento das tecnologias. 

E o que isso significa exatamente? Bem, há uma maior similaridade nos produtos e tecnologias oferecidas, o que cria uma espécie de comoditização, sem grandes inovações. 

Consequentemente, mais distribuidores conseguem oferecer tais recursos aos compradores. Isso acaba baixando os preços do mercado e leva a queda da margem de lucro. 

Uma tarefa importante para mudar essa realidade é que as distribuidoras trabalhem em conjunto para criar novas soluções e oferecer ao mercado serviços com maior valor agregado. 

Disponibilidade de crédito 

A oferta de crédito rural ainda é um grande desafio para os distribuidores de insumos agrícolas.

Com as incertezas econômicas, o processo se torna mais oneroso para os produtores, o que afeta diretamente a compra dos insumos. 

Quando as financeiras disponibilizam crédito, os compradores se sentem propensos a investirem mais recursos em novas máquinas e mais insumos, o que tem reflexo direto nas distribuidoras. 

Essas, por sua vez, passam a ter maior fluxo de caixa circulando, o que permite novos investimentos e desenvolvimento do segmento. 

Conclusão

De maneira geral, as distribuidoras de insumos agrícolas desempenham um papel importantíssimo no agronegócio, ajudando diretamente a impulsionar o setor. 

No entanto, desafios são o que não faltam em seu dia a dia. Com isso, cria-se uma necessidade de um bom planejamento de ações seja crucial. 

E então, o que achou desses desafios e de suas respectivas soluções? 

Como você enxerga o futuro das distribuidoras de insumos agrícolas? 

Deixe aqui o seu comentário ou fale com um especialista!!!

Procurando um tema específico?

Gostou do artigo?

Receba gratuitamente conteúdos exclusivos e inéditos por e-mail, feitos pelos especialistas da TerraMagna.
Distribuidor de insumos

Distribuidor,
garanta o melhor preço para os fertilizantes
dos seus clientes
para a Safra 2022/23

Com o Programa Nacional de Fertilizantes TerraMagna, você consegue recursos para pagar os fertilizantes imediatamente, com taxas a partir de 1.3%. Assim, você trava os melhores preços e não tem surpresas.

Veja também

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Crédito seguro para o agronegócio

Av. Anchieta, 1078 – Jd Nova America

São José dos Campos – SP

Contato

 (12) 3923.3355

 [email protected]

(65) 9 9639.1505

Acompanhe as novidades