TerraMagna Logo
Portal do
produtor rural
Sombra de produtores rurais fazendo acordo sobre agronegocio no sol

Entenda o que é o agronegócio e a sua importância econômica

O agronegócio é um setor de extrema importância para o crescimento econômico no Brasil, movimentando trilhões de reais todos os anos.

Mesmo com as mudanças causadas pela pandemia, o setor apresentou crescimento de 8,36% de 2020 para 2021.

No entanto, assim como outros segmentos, enfrenta uma série de desafios, às vezes mais complexos do que o imaginado.

Neste artigo, vamos explicar mais a fundo como o agronegócio funciona, a representatividade dele no Brasil, desafios e outros pontos importantes sobre o assunto.

O que é o agronegócio? 

Combinação das palavras “agricultura” e “negócios”, o agronegócio se refere a um conjunto de atividades econômicas derivadas ou que estão conectadas à produção agrícola e sua comercialização. 

Ele envolve todas as etapas necessárias para enviar um bem agrícola ao mercado, desde a produção, passando pelo processamento e distribuição. 

O segmento é fundamental para a economia de países com terras cultiváveis, uma vez que os produtos agrícolas podem ser exportados. 

Além disso, ele é um dos que mais emprega no mundo, abrangendo não só o campo, mas também as montadoras de máquinas agrícolas, produtoras de agroquímicos, entre dezenas de outros.

Ciclos do agronegócio

Os ciclos do agronegócio são representados por quatro elementos: insumos, produção, distribuição e consumo. 

No caso dos insumos, eles se referem a todas as coisas que auxiliam o agronegócio, incluindo mão de obra, máquinas, adubos, agroquímicos, transporte, entre outros. 

Por sua vez, a produção diz respeito ao cultivo do solo por meio de diversas culturas, como soja, milho, café, mas também à criação de animais para a obtenção de produtos e subprodutos. 

A distribuição se caracteriza pelo processamento, transporte e distribuição dos produtos do agronegócio, seja para consumidores ou intermediários que os transformarão. 

Por fim, temos o consumo, que é a fase final de recebimento de produtos in natura ou processados para o uso. 

Qual a importância do agronegócio para a economia do país?

R$ 1,21 trilhões. Esse foi o Valor Bruto da Produção (VBP) alcançado pelo Brasil em 2021, segundo a Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA)

O valor representa o faturamento bruto dos estabelecimentos rurais, considerando as produções agrícolas e pecuárias, e também a média de preços recebidos pelos produtores rurais do país. 

O milho e a soja continuam sendo os principais representantes da agricultura brasileira, mas a pecuária também tem forte impacto sobre o montante faturado. 

O país é ainda um grande exportador, o que mostra a sua potência no agronegócio. 

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o total exportado com o agronegócio em 2021 foi de US$ 120,59 bilhões, o que representa um crescimento de 19,7% em relação ao ano anterior. 

Além disso, o setor alcançou participação de 27,4% no PIB brasileiro.

Juntando todos esses dados, é possível ter uma dimensão do quão importante é o agronegócio para a economia brasileira. 

Cabe destacar que o agronegócio no país é caracterizado por dois grupos: pequenos e médios produtores e grandes produtores. 

No caso do primeiro, há um predomínio da agricultura familiar, cujas plantações e criação de animais são realizadas em propriedades familiares. 

Por sua vez, os grandes produtores são representados pelos proprietários e arrendatários de grandes extensões de terra. 

Geralmente, essas áreas são usadas como monocultura de commodities, que são representadas por soja, milho e algodão. 

Quais os principais desafios do agro no Brasil?

O Brasil tem um papel crucial para o agronegócio de todo o mundo, mas, para continuar crescendo e ser o primeiro em produtividade, o país ainda precisa enfrentar alguns desafios. 

Na realidade, tais desafios são comuns a várias nações, por isso a seguir você conhecerá mais detalhes sobre eles. 

Economizar água 

A questão do uso dos recursos hídricos é um dos principais desafios do agronegócio no Brasil. 

Isso acontece porque as áreas irrigadas tendem a produzir mais, logo essa estratégia será essencial para alimentar uma população cada vez maior. 

O problema é que a agricultura terá que dividir esses recursos com o abastecimento humano e também industrial. 

Sendo assim, serão necessárias estratégias para fazer uso adequado do que se tem disponível. 

Produzir sem poluir

Uma das grandes preocupações da atualidade é com a poluição do meio ambiente e as mudanças climáticas que isso tem causado. 

Emissão de metano pelos bois, aplicação de fertilizantes e adubos no solo e queima de resíduos são algumas das práticas que fazem a atividade agrícola contribuir para a poluição. 

Portanto, o desafio daqui pra frente será tornar a atividade produtiva cada vez mais sustentável. 

Uma das alternativas é a recuperação de áreas degradadas como forma de captar parte do carbono emitido pelo agronegócio. 

Diminuir o desperdício

O agronegócio ainda sofre com os desperdícios que acontecem desde o cultivo até a distribuição para o cliente. 

Mesmo com toda a tecnologia disponível, ainda não foi possível mudar esse quadro. 

Logo, o esforço precisará ser ainda maior, tendo em vista a necessidade de alimentar mais pessoas e produzir mais em menos tempo. 

Serão necessárias soluções cada vez mais eficientes para minimizar esse impacto e também um compromisso dos envolvidos em todas as frentes da cadeia de produção.

Diminuir a quantidade de processos, contratos e burocracias

O mercado agropecuário lida diariamente com trocas ligadas às safras e à produção, o que acarreta em alguns fatores, como: 

  • grande volume de demandas trabalhistas, devido a perda e ganho de mão de obra pela sazonalidade; 
  • mudanças em contratos com fornecedores, distribuidores e indústrias; 
  • carga tributária excessiva, que está ligada a patrimônio rural, compra e venda de mercadorias, importação e exportação. 

É muito importante um suporte jurídico cada vez maior, mas também a simplificação de processos, contratos e burocracias. 

Por isso, a necessidade do uso de tecnologias cada vez mais avançadas.

Quais os principais setores ligados ao agronegócio?

A grande variedade de setores ligados ao agronegócio mostra por que ele movimenta grande parte da economia. 

No entanto, algumas atividades se destacam e é sobre elas que vamos falar a seguir.

Produção de alimentos

A principal atividade a qual o agronegócio serve é a produção de alimentos, o que inclui desde cereais, grãos e hortaliças até carne bovina, suína e frutos do mar. 

Nesse processo, não estão inclusos apenas os criadouros e lavouras, mas também as usinas de beneficiamento de ração, leite, óleo e outros.

Produção de biocombustível

O agronegócio também é responsável pelo plantio e cultivo de culturas que poderão ser usadas como fonte de energia renovável. 

A cana-de-açúcar se destaca nesse cenário, sendo a matéria-prima para a produção do etanol. O biodiesel é outra opção que tem origem em gordura animal e óleos vegetais.

Produção têxtil

A agricultura também é uma importante fonte de matéria-prima para a indústria têxtil, entre os quais se encontram algodão, linho, lã, madeira e couro.

Lembrando que essa produção não fica restrita ao vestuário, pois inclui também produtos de cama, mesa, banho, decoração e outros. 

Qual o papel da tecnologia no agronegócio?

A tecnologia tem um papel importante no agronegócio, especialmente por possibilitar maior controle da produção, processamento e distribuição dos insumos.

Por meio dela, os produtores são capazes, por exemplo, de elevar a produtividade, detectando lacunas na produção e aumentando o número de plantas por hectare. 

Com isso, o uso da tecnologia veio justamente impactar positivamente a quantidade e qualidade de alimentos produzidos, o que é algo fundamental, se pararmos para pensar que a demanda por alimentos no planeta tem crescido junto com a população. 

Tal modernidade também tem ajudado os produtores na redução de custos e na diminuição do impacto ambiental causado pelo agronegócio. 

Isso acontece graças às ferramentas modernas que ajudam a determinar com maior precisão quais as necessidades do campo, sem que para isso haja desperdício.

Tudo isso resulta no aumento da eficácia, permitindo ao produtor trabalhar com mais agilidade e gerar uma melhora significativa nos resultados e na lucratividade da propriedade.

Principais tecnologias usadas no campo

Algumas tecnologias se tornaram determinantes para o agronegócio; são instrumentos variados e que auxiliam na melhoria e cuidado com os processos que acontecem no campo. 

Entre os principais exemplos de tecnologias usadas, temos: 

  • máquinas agrícolas, como tratores e pulverizadores guiados por geolocalização e controlados de maneira remota; 
  • drones que captam imagens e fornecem dados cruciais para o produtor; 
  • irrigação por telemetria, que permite monitorar e controlar de forma remota todas as questões que envolvem as operações de irrigação; 
  • aplicativos que facilitam a administração da fazenda, permitindo o controle eficiente de animais a plantações;
  • Internet das Coisas (IoT), que trabalha nos dados sobre solo, pastagens, previsões meteorológicas, localização geográfica de culturas, entre outros. 

Conclusão

Ao longo deste conteúdo, nós explicamos o que é agronegócio, mostramos os seus ciclos e a representatividade do Brasil no segmento. 

Apresentamos também como a tecnologia e os principais setores ligados à agricultura e pecuária têm ajudado a escalar e aumentar a produtividade. 

Para continuar a avançar, o agronegócio precisa de investimentos e os produtores rurais de mais crédito para melhorar o plantio e a criação de animais. Para isso, eles podem contar conosco, da TerraMagna

Nós facilitamos a burocracia e trazemos uma experiência simples e segura para o dia a dia no campo por meio do crédito rural. 

Quer saber como funciona?

Converse com nossos especialistas!

Procurando um tema específico?

Gostou do artigo?

Receba gratuitamente conteúdos exclusivos e inéditos por e-mail, feitos pelos especialistas da TerraMagna.

Veja também

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Crédito seguro para o agronegócio

Av. Anchieta, 1078 – Jd Nova America

São José dos Campos – SP

Contato

 (12) 3923.3355

 [email protected]

(65) 9 9639.1505

Acompanhe as novidades