TerraMagna Logo
Portal do
produtor rural
Saco ao solo com nitrato

Nitrato: conheça esse elemento e sua importância na agricultura

O nitrato é um elemento importante para a agricultura em todo o mundo, pois funciona como um fertilizante agrícola, garantindo maior produtividade. 

Isso porque tem grandes quantidades de nitrogênio, elemento essencial para o desenvolvimento das plantações. 

O nitrato de amônio, o tipo mais comum para esse uso, é também o mais utilizado no Brasil. Mas nem todos sabem ou entendem, de fato, como o composto funciona e porque é tão importante. 

Entenda melhor sobre o nitrato, seu uso na agricultura e saiba por que vale a pena investir nesse composto para aumentar a produção. 

O que é o nitrato?

O nitrato é um dos elementos químicos mais comuns e abundantes, pois é uma das formas pelas quais o nitrogênio se apresenta no meio ambiente. 

Para se ter noção, cerca de 78% dos gases da atmosfera contêm o nitrogênio em forma de amônia (NH3), nitritos (NO2–) e nitratos (NO3–). 

Sua abundância faz com que seja um elemento essencial para a vida na Terra, além do fato de o nitrogênio em si ser essencial para diferentes seres vivos. 

No caso das plantas, por exemplo, esse elemento tem papel fundamental no desenvolvimento, pois participa do processo de fotossíntese, ajudando na absorção de nutrientes. Nesse processo, ele é “reciclado” e volta para a atmosfera. 

Também há nitrogênio na terra; locais com alto índice de nitrogênio no solo são considerados férteis e ótimos para plantação

Por isso, é comum que as diferentes formas do nitrogênio, como o nitrato, sejam muito utilizadas em plantações, assim como em outros setores de produção. 

Aqui, vamos dar enfoque em como o nitrato é considerado um item fundamental na agricultura pela importância do nitrogênio para as plantações. 

Nesse caso, o nitrato de amônio é o composto mais comum, pois tem alta concentração de nitrogênio (considerando que a amônia também tem o elemento em sua composição) e não causa danos à plantação nem à alimentação dos seres humanos. 

O que é nitrato de amônio?

O nitrato de amônio é um composto químico de fórmula NH4NO3. É o resultado da reação entre sulfato de amônio e nitrato de cálcio ou entre amônio gasoso e ácido nítrico. 

O nitrato de amônio dispõe de uma grande quantidade de nitrogênio, que equivale a cerca de 32% da sua composição. 

Por isso, é um produto capaz de aumentar a concentração de nitrogênio no local em que é aplicado, o que é benéfico no caso da agricultura. 

Isso porque, como falamos, o nitrogênio é muito presente na atmosfera e no solo, sendo essencial para o desenvolvimento das plantas. 

Entretanto, a concentração de nitrogênio varia de solo para solo, fazendo com que alguns sejam menos férteis do que outros. 

Para “driblar” essa dificuldade, usa-se o nitrato de amônio para aumentar a quantidade de nitrogênio do solo, melhorando o desenvolvimento da plantação. 

Assim, o nitrato de amônio nada mais é do que um fertilizante, já que ajuda a cultura a se desenvolver melhor. 

Uso de outros tipos de nitrato

Além do nitrato de amônio – o mais comum para fins de fertilização em agricultura –, outros tipos também são utilizados, como nitrato de sódio e nitrato de potássio

Os dois tipos são o chamado “salitre”, utilizados como fertilizantes em diversas culturas e até em plantações pessoais, dentro de casa (é possível comprá-los em lojas de jardinagem).

Em grandes plantações, entretanto, é mais comum a utilização do nitrato de amônio, pela sua eficiência e também pelo seu maior custo-benefício

A escolha de qual deles utilizar precisa passar pela aprovação de um profissional da área da agricultura, pois, além da escolha, também é preciso fazer a aplicação correta.  

Por que o nitrato de amônio é importante para a agricultura?

Como explicado, o nitrato de amônio concentra grandes quantidades de nitrogênio, elemento essencial para o desenvolvimento das plantas e geralmente presente no solo. 

Em razão dessa característica, é um fertilizante muito eficaz e utilizado em todo o mundo para contribuir com maior eficiência agrícola, já que aumenta a quantidade de nitrogênio no solo.

O fertilizante é um granulado branco e, se bem armazenado, não apresenta riscos para os seres humanos. Para aplicá-lo, geralmente é feita a sua diluição em água, aplicada na rega da plantação. 

O nitrogênio colabora com o processo de fotossíntese, contribuindo para o desenvolvimento saudável das plantações e aumentando o aporte nutritivo dela. 

Também age no desenvolvimento radicular, ou seja, ajuda a ter raízes mais profundas e com maior passagem de nutrientes. 

Além disso, o nitrato de amônio consegue fornecer nitrogênio pelo nítrico e pelo amonial. O primeiro tem ação mais imediata, enquanto o segundo fica disponível no solo por mais tempo. Dessa maneira, não causa tanta acidez no solo, o que também é positivo para a plantação. 

Aqui no Brasil, o nitrato de amônio é um elemento essencial para a agricultura e, consequentemente, para a economia e a população, pois auxilia no aumento da quantidade de itens consumidos internamente e exportados. 

É estimado, inclusive, que, sem o nitrato de amônio, seria impossível manter a alimentação da população mundial, já que é um composto que garante uma produtividade muito maior na lavoura.

Crise no abastecimento

Sendo um dos fertilizantes mais utilizados em todo o mundo, é de se esperar que a procura por ele também seja grande. 

Todavia, situações mundiais como a guerra entre Ucrânia e Rússia podem fazer com que sua oferta diminua, causando o aumento dos preços. 

Isso porque os dois países são grandes exportadores de fertilizantes e, com a situação, a produção diminuiu. 

Além disso, a venda agora pode passar por sanções e o transporte desses compostos também ficou mais problemático por causa da situação. 

Muitos países, inclusive o Brasil, já dizem estar se preparando para uma crise de abastecimento de fertilizantes, o que pode levar a problemas como a diminuição da produção de nitrato de amônio. 

Por isso, vale a pena acompanhar a situação para não ser pego de surpresa com valores mais altos ou dificuldade de compra, assim como pensar em soluções. 

Os cuidados com os nitratos 

Outro ponto importante que merece ser citado é a necessidade de cuidados especiais de que os nitratos necessitam.

Isso porque todos eles são potencialmente inflamáveis, tanto que são utilizados para a fabricação de diferentes tipos de explosivos e fogos de artifício. 

Mesmo assim, o nitrato de amônio é considerado um composto seguro, estável e não inflamável quando bem armazenado; por isso, é preciso atenção na maneira como é guardado e em sua “validade”. 

Isso porque é um composto de fácil oxidação (fica “velho” com facilidade), o que faz com que ele se torne mais inflamável com o tempo. Assim, o controle de compra e armazenagem merece atenção, quando em grandes quantidades. 

O nitrato de amônio, em especial, já causou tragédias: em 2020, um depósito contendo a substância pegou fogo e gerou uma grande explosão no Líbano. 

A explosão feriu 4 mil pessoas e 100 pessoas morreram. O nitrato de amônio estava armazenado desde 2014, em grandes quantidades. 

Por isso, o transporte, o armazenamento e a aplicação do nitrato de amônio precisam ser feitos com atenção e cuidado, sendo necessário que algum profissional qualificado tenha controle da armazenagem. 

Os principais cuidados são:

  • não misturar o produto com outros não fertilizantes para evitar combinações inflamáveis;
  • não expor o composto a faíscas nem o manter próximo de outros produtos inflamáveis.
  • armazenar sempre em local seco, fresco e arejado;
  • ter o controle da armazenagem, considerando data de compra e quantidades. 

Benefício para o agricultor e para a população

Como foi possível notar, os nitratos, em especial o de amônio, têm papel essencial para a agricultura e, claro, para a população mundial. 

Graças a esse fertilizante, é possível manter a produtividade das plantações, seja para alimentos de consumo direto, seja para grãos de uso agropecuário. 

Assim, do lado do agricultor, é essencial ter acesso a esse tipo de produto, para conseguir se desenvolver da melhor maneira. 

E, do lado da população, o nitrato de amônio, além de contribuir com a economia indiretamente, também é um dos compostos mais seguros quando o assunto é saúde humana. 

Isso porque seu uso na agricultura não traz consequências aos seres humanos, sendo um dos compostos mais seguros para serem utilizados em culturas de consumo direto. 

Desse modo, é um produto que traz pontos positivos para todas as partes envolvidas, além de ter ótimo custo-benefício. 

Por que investir na compra de nitrato de amônio?

O nitrato de amônio é um dos fertilizantes com melhor custo-benefício, pois traz retornos claros na produção e, consequentemente, financeiros. 

Porém, é comum que muitos agricultores, principalmente os de agricultura familiar ou de pequeno porte, abram mão da substância ou utilizem outras opções. 

Mesmo assim, é interessante pensar e calcular os pontos positivos da compra de nitrato de amônio para sua plantação.

Se ficar em dúvida e precisar de incentivo financeiro, converse com nossos especialistas para saber suas opções!

Procurando um tema específico?

Gostou do artigo?

Receba gratuitamente conteúdos exclusivos e inéditos por e-mail, feitos pelos especialistas da TerraMagna.

Veja também

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Crédito seguro para o agronegócio

Av. Anchieta, 1078 – Jd Nova America

São José dos Campos – SP

Contato

 (12) 3923.3355

 [email protected]

(65) 9 9639.1505

Acompanhe as novidades