TerraMagna Logo
Portal do
produtor rural
Pulverizador aplicando defensivo agricola

Pulverizador agrícola: o que você deve saber sobre ele

Para facilitar o seu dia a dia na agricultura, é importante contar com bons equipamentos, como é o caso do pulverizador.

Ele é indispensável na rotina produtiva, pois, por meio dele, é possível aplicar uma série de produtos cruciais para as plantações.

No entanto, é preciso saber escolhê-lo, pois o mercado oferece diversas opções, cada qual com as suas especificidades.

Pensando nisso, fizemos este artigo, no qual vamos falar mais desse importante equipamento agrícola!

O que é pulverizador agrícola?

A palavra “pulverizar” significa fazer a distribuição de uma substância líquida em pequenas partículas.

Logo, o pulverizador agrícola é definido como um equipamento que faz a distribuição de agroquímicos, nutrientes ou mesmo fertilizantes.

O objetivo dele é garantir que os líquidos sejam distribuídos na mesma medida e na quantidade correta nas áreas que precisam.

O mais interessante de sua função é que ele pode ser usado por terra ou via aérea, sendo a última opção muito comum em propriedades rurais de grandes extensões.

Como surgiu o pulverizador

De acordo com a Embrapa, o desenvolvimento de equipamentos de aplicação aconteceu no período entre 1867 e 1900.

Anteriormente, outras opções eram usadas, mas, com a intensificação do êxodo rural provocada pela Revolução Industrial, os agricultores precisaram aumentar a produção e a qualidade do que era produzido.

Com menos mão de obra nas áreas rurais, foi necessário criar um equipamento que permitisse ao trabalhador rural otimizar a sua produção agrícola.

Os primeiros equipamentos eram espanadores especiais, que funcionavam com mecanismo de bombas e tanques, além de seringas.

No caso dessas últimas, elas foram aperfeiçoadas com válvulas que permitiam o bombeamento constante do produto.

Posteriormente, surgiram os bicos, que passaram por evoluções tecnológicas até chegar ao que temos hoje no mercado.

Quais são os tipos de pulverizadores existentes?

Com o intenso desenvolvimento da agricultura, a demanda por equipamentos específicos e que ajudassem na pulverização passou a ser cada vez maior.

Assim, surgiram diferentes tipos de pulverizadores, os quais você vai conhecer melhor a seguir.

Costal

Como o próprio nome diz, o pulverizador costal pode ser carregado nas costas, por meio de um reservatório com alças, similar a uma mochila.

O seu acionamento é feito de maneira manual, elétrica ou por meio de combustível. Independentemente disso, ele precisa ser carregado por um operador.

O equipamento é bastante utilizado por produtores rurais de todos os portes, devido à sua praticidade e facilidade de ser empregado em culturas diversas.

Quando em sua versão manual, o acionamento ocorre por meio de uma bomba com alavanca; já na elétrica, há uma bateria acoplada. Além disso, existem os modelos 2 em 1, ou seja, com as duas funcionalidades.

Pistolas de pulverização

As pistolas de pulverização foram criadas com o objetivo de facilitar o dia a dia do agricultor.

O equipamento tem um sistema de ar comprimido disponibilizado em versões manuais e elétricas.

O seu funcionamento é relativamente simples: quando o gatilho da pistola é acionado,
gera-se pressão no equipamento, que esguicha o produto na lavoura, seja ele um defensivo, um fertilizante ou outro agroquímico.

Caso a sua utilização seja manual, ele é indicado apenas para quem tem hortas, pomares e jardins pequenos.

De barra

O pulverizador de barra consiste em um equipamento com múltiplas pontas de pulverização, colocadas em um trator.

O formato desse pulverizador permite a cobertura de grandes áreas em um curto espaço de tempo, diferentemente dos modelos não tratorizados.

O uso desse tipo é recomendado para os agricultores que trabalham com volume de produção e precisam de eficácia no desenvolvimento da lavoura.

Geralmente, a barra é usada em culturas anuais, como soja e milho, além de horticultura. Por isso mesmo, a sua manutenção deve ser eficiente para ser mais bem aproveitado.

Atomizadores

O pulverizador do tipo atomizador aplica produtos em alta velocidade, sendo um equipamento bastante usado em culturas perenes, como café e laranja, em grandes extensões de área.

A escolha desse equipamento é perfeita quando os cultivos são inacessíveis por meio de outras máquinas, como os tratores.

Com ele, é possível fazer o lançamento de produtos em pó, granulados e até de pequenos sólidos a 15 m de distância.

Como escolher o pulverizador agrícola ideal para a sua propriedade?

Tem dúvidas de como escolher o pulverizador ideal para a sua lavoura? Separamos algumas dicas valiosas que vão te ajudar nesse processo; confira!

Tipo de cultura

A cultura é determinante para o tipo de pulverizador que será usado; portanto, é importante avaliá-la antes de comprar o equipamento.

Vale destacar que você deve considerar também a questão da sazonalidade da lavoura, isso porque a maneira como a cultura se comporta muda com cada aplicação ou com o tipo de pulverizador usado.

Por exemplo, para culturas anuais, as barras atreladas a um trator são as mais utilizadas; em culturas perenes, o atomizador é o mais indicado.

Área de pulverização

Outro ponto importante a ser levado em consideração é a extensão da área a ser pulverizada, que vai determinar a capacidade da máquina que deve ser adquirida ou mesmo o equipamento necessário.

Por exemplo, para pulverizadores do tipo barra, é possível encontrar máquinas que tenham capacidade entre 400 e 4.500 litros.

Por sua vez, quando a gente fala do atomizador, a capacidade não tem uma variação muito grande. Diante disso, a área plantada determina a quantidade de equipamentos necessários.

Fornecedor

O fornecedor também faz toda a diferença na sua escolha, e é bom ficar atento a esse aspecto.

Opte sempre por aqueles que podem garantir a qualidade do equipamento, bem como o acesso a peças de reposição quando houver necessidade.

Observe também se o fornecedor demonstra interesse em oferecer qualidade e ser um boa parceiro na resolução de problemas para a sua rotina no campo.

Que cuidados devo ter para garantir o bom funcionamento do equipamento?

Quer uma vida útil maior para o seu equipamento e que ele continue oferecendo um bom desempenho ao longo do tempo?

Observe as dicas a seguir para cuidados com o seu pulverizador!

Faça a manutenção preventiva

A manutenção preventiva é aquela feita em períodos predeterminados, e não apenas quando o equipamento apresenta alguma falha.

Portanto, siga as instruções do manual do seu pulverizador para evitar problemas e falhas no futuro.

Até porque, se o equipamento ficar parado por um tempo, ele poderá apresentar ressecamento, desgaste de peças e outros problemas.

Logo, faça com antecedência o agendamento e controle dessas manutenções, a fim de manter o seu pulverizador sempre funcionando bem.

Foco na limpeza, na regulagem e na calibração

A limpeza é fundamental para conservar corretamente o seu pulverizador. Por isso, não deixe restos de produtos armazenados no tanque, nem mesmo de um dia para o outro.

Cabe destacar que a limpeza, assim como o uso do pulverizador, deve ser feita com o auxílio de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Além de água, você poderá usar detergentes especiais e outros produtos, mas é bom seguir a recomendação do fabricante; fique atento a esse ponto.

Assim como a limpeza, a regulagem e a calibração também são processos cruciais para a manutenção do equipamento.

Ambos têm o objetivo de preparar o pulverizador para que ele atinja o desempenho desejado e verificar se ele está fazendo o que foi programado para fazer.

Na calibração, é verificada a confiabilidade do processo de pulverização, portanto ela precisa ser uma tarefa rotineira.

Além dela, a regulagem vem para ajudar o produtor a checar se o volume de pulverização e a pressão dos bicos atendem às especificações.

Troque as peças quando necessário

As peças do pulverizador precisam ser trocadas de acordo com o recomendado pelo fabricante; assim, é possível evitar que as partes com problemas comprometam outros componentes.

Nesse caso, os bicos merecem um cuidado especial, pois, quando desgastados, geram prejuízos, como o desperdício de produtos.

Para evitar que esse problema aconteça, eles precisam ser trocados quando a vazão estiver desviando no máximo 10% em relação à vazão original.

Como a pulverização tem evoluído?

A pulverização, assim como outras atividades agrícolas, tem passado por intensas mudanças graças à inserção de novas tecnologias.

Uma das principais tendências atuais são as máquinas automotrizes, que têm uma alta capacidade de armazenamento e permitem que um grande volume de produto seja pulverizado, sem necessidade de parar o trabalho.

Aplicativos e smartphones são outros dois grandes aliados dos agricultores quando se trata da pulverização.

Hoje, já existem no mercado opções de aplicativos que indicam a quantidade correta de produto a ser usado em determinadas culturas, trazendo assim mais eficácia para a rotina.

Outros equipamentos, como GPS e drone, também têm auxiliado o agricultor a ter maior precisão na hora de aplicar os produtos por meio de pulverizadores.

Além de evitar desperdícios, tais tecnologias levam a uma economia considerável.

Conclusão

Como vimos, contar com os pulverizadores adequados ajuda (e muito) o produtor na lavoura, tanto na aplicação de defensivos quanto na de fertilizantes.

Logo, é importante conhecer as suas necessidades para poder escolher a opção que melhor lhe atenderá.

Os investimentos são essenciais para um bom pulverizador.

Para isso, conte com a TerraMagna! Nós oferecemos soluções de crédito rural para você investir em equipamentos modernos para a sua propriedade.

Quer saber mais como funciona a liberação de crédito?

Converse com nossos especialistas!

Procurando um tema específico?

Gostou do artigo?

Receba gratuitamente conteúdos exclusivos e inéditos por e-mail, feitos pelos especialistas da TerraMagna.

Veja também

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Crédito seguro para o agronegócio

Av. Anchieta, 1078 – Jd Nova America

São José dos Campos – SP

Contato

 (12) 3923.3355

 [email protected]

(65) 9 9639.1505

Acompanhe as novidades