TerraMagna Logo
Portal do
produtor rural
Vista de baixo para cima de arvores representando os recursos naturais

Recursos naturais: por que eles são essenciais para a agricultura?

Recursos naturais; você com certeza deve ter ouvido esse termo em alguma notícia ou reportagem.

Afinal, o que são recursos naturais?

Resumidamente, são os elementos disponíveis na natureza que podem ser consumidos ou usados em atividades humanas como a geração de energia.

Os recursos podem ser renováveis ou não renováveis e são divididos em 4 grupos: biológicos, minerais, hídricos e energéticos. Eles são indispensáveis para a manutenção da vida, visto que são responsáveis por suprir grande parte das necessidades na Terra.

Por isso, é essencial conhecê-los e saber qual é a importância de cada um desses recursos. Neste artigo, contaremos tudo que você precisa saber sobre os recursos naturais!

O que são recursos naturais?

Como mencionamos, os recursos naturais são os elementos da natureza que ainda não foram transformados pela ação humana e que são vitais para a sobrevivência dos organismos do planeta, a exemplo dos animais e dos humanos.

Por suprirem a necessidade dos seres vivos, eles são extremamente importantes para a manutenção da vida. 

Qual é a importância dos recursos naturais?

O ser humano (e outros seres vivos) está o tempo todo consumindo os recursos do planeta, tanto para seu conforto quanto para sua sobrevivência.

A maioria dos recursos naturais são muito abundantes, porém, não tanto como eram antigamente. 

Isso porque eles estão sendo usados em alta escala e nem sempre do modo certo; existe uma incerteza para o futuro em relação a até quando teremos todos esses recursos. 

A água, por exemplo, é um recurso visto como abundante, e por isso, as pessoas não têm dado o devido valor e estão desperdiçando litros todos os dias.

O que muitas pessoas não sabem é que apenas 1% de toda a água do mundo é apropriada para beber. O uso racional da água é muito importante tanto para o consumo do homem quanto para todos os outros seres vivos.

Para entender melhor como o uso dos recursos naturais deve ser feito em equilíbrio, vamos explicar como eles se classificam. 

Classificação dos recursos naturais

Os recursos naturais são classificados de acordo com a capacidade e o tempo que eles levam para se recompor, sendo separados em dois grupos: recursos renováveis e não renováveis.

Recursos naturais renováveis

Os recursos renováveis, como o próprio nome diz, são aqueles que se renovam e que não se esgotam, ainda que sejam usados pelo homem, pois sempre serão produzidos pela natureza.

Portanto, os recursos renováveis são conhecidos por terem uma alta capacidade de recuperação.

Alguns exemplos desses recursos são: energia solar (luz do sol), energia eólica (vento e ar) e energia hidrelétrica (mares e rios).

Recursos naturais não renováveis

Diferentemente dos renováveis, os recursos não renováveis são os que podem acabar ou diminuir muito, caso não sejam usados com equilíbrio e com consciência.

Eles contam com uma reserva finita em nosso planeta ou que possuem processos de renovação muito lentos, podendo levar milhares de anos. 

Um recurso não renovável, depois que é utilizado, não é devolvido para a natureza e não possui capacidade de manutenção.

É justamente por esse motivo que esses recursos são chamados de não renováveis, porque eles deixam de existir à medida que são usados.

Exemplos de recursos naturais não renováveis

Por serem um grupo de recursos naturais mais complexos, vale a pena destacarmos alguns exemplos de recursos não renováveis.

Um exemplo famoso é o petróleo, que foi formado durante um longo período geológico e, agora, é rapidamente extraído. Outros exemplos de recursos não renováveis são:

Petróleo 

É um dos recursos mais usados no mundo; serve de matéria-prima base para a fabricação de diversos materiais e bens de consumo, como o plástico e os combustíveis. 

Além disso, o petróleo possui uma importância econômica gigante.

Gás natural 

O gás natural também é um recurso não renovável, oriundo da decomposição da matéria orgânica acumulada no subsolo.

Ele é muito encontrado junto às reservas de petróleo e pode ser utilizado na geração elétrica ou em aplicações domésticas.

Carvão mineral

O carvão é um minério oriundo da decomposição de plantas e árvores ao longo das eras geológicas. 

A queima do carvão ainda é o processo de geração elétrica mais usado no mundo e o maior responsável pela emissão de gases de efeito estufa no setor elétrico.

Quais são os principais tipos de recursos naturais?

Vamos explorar mais sobre cada um dos tipos de recursos naturais, para que você entenda como, com toda a sua diversidade, os recursos carregam uma grande variedade de elementos. 

Os recursos naturais podem ser oriundos de diferentes fontes; as principais são:

Recursos biológicos

Os recursos biológicos são aqueles que têm origem animal e vegetal. Eles são muito usados para nossa alimentação, vestuário, locomoção, fornecimento de remédios para a indústria farmacêutica e outras ações.

Recursos minerais

Os recursos minerais são os minérios, rochas e pedras preciosas, eles são caracterizados como materiais inorgânicos, se encontram na crosta terrestre e também têm um grande valor econômico.

A exploração desses minérios, como o ferro e o cobre, serve para fabricação de uma extensa gama de bens, como eletrodomésticos, joias, carros, aviões, etc.

Os recursos minerais metálicos com maior volume são alumínio, ferro, zinco, cobre, chumbo, prata, platina e ouro.

Recursos hídricos

Os recursos hídricos são bem conhecidos e também os mais abundantes na superfície do planeta. 

Envolvem oceanos, mares, rios, lagos, lagoas e aquíferos, sendo utilizados nas mais variadas atividades, como transporte, produção de energia e irrigação.

Recursos energéticos

Os recursos energéticos são aqueles capazes de fornecer energia, como os elementos radioativos utilizados nas usinas nucleares e os combustíveis fósseis.

Como citamos, esses recursos são escassos; por isso, alguns países apostam cada vez mais em recursos energéticos renováveis, principalmente a energia solar e a eólica.

Os aerogeradores, que produzem energia por meio da força dos ventos, são utilizados nos grandes parques eólicos encontrados em terra ou sobre a superfície de oceanos.

Qual é o panorama dos recursos naturais no Brasil?

O Brasil é um país extremamente privilegiado em relação à disponibilidade de recursos naturais. O tamanho do país, junto com o clima quente e uma grande variedade de biomas, faz com que ele seja rico nesses recursos.

O Brasil conta com os maiores litorais do mundo e, aproximadamente, 12% da água doce disponível para consumo em estado líquido, uma abundância hídrica.

As bacias hidrográficas do Amazonas, São Francisco e Paraná cobrem cerca de 70% do território nacional.

Essa disponibilidade nos faz ter a maior usina hidrelétrica da América e a segunda maior do mundo, a Usina de Itaipu, no Paraná.

Além desse poder energético, as águas brasileiras fazem do Brasil um grande produtor de commodities; por isso, é líder agrícola mundial em alguns produtos, como soja, laranja, cana-de-açúcar, entre outros.

Os recursos naturais existentes no Brasil são essenciais não só para os brasileiros, mas para outros países, devido às exportações de alimentos para diversos locais no mundo.

Com isso, um tema importante surge: e a escassez de recursos naturais? Falaremos sobre isso agora.

E quanto à escassez de recursos naturais?

Segundo a Agenda 2030 das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável, para os próximos anos, há um desafio duplo aos seres humanos: conservar as funções da natureza e criar um lar equitativo com os recursos finitos. 

Assim, conseguimos combater a escassez dos recursos. Para reverter essa situação, serão necessárias ações como:

  • preservar o capital natural;
  • restaurar os ecossistemas deteriorados e seus serviços;
  • conter a perda dos hábitats;
  • expandir a rede global de áreas protegidas;
  • melhorar os sistemas de produção;
  • reduzir consideravelmente os objetos, materiais e recursos utilizados no desenvolvimento da vida humana e o volume de resíduos;
  • gerenciar os recursos de modo sustentável;
  • potencializar a produção de energia renovável.

Práticas essenciais para um uso sustentável dos recursos naturais

Nos últimos anos, vem ocorrendo um movimento de adesão a práticas sustentáveis e ecológicas de produtos agrícolas. 

A agroecologia corresponde a uma nova abordagem da agricultura, que integra os aspectos econômicos aos ecológicos e busca usar os recursos naturais com equilíbrio.

Dessa maneira, há novas práticas, como a agricultura orgânica, a agricultura biodinâmica, a agricultura natural, a permacultura, entre outras. 

Essas modalidades buscam a compreensão do ecossistema como um todo, não se detendo apenas à atividade em questão, mas à conservação de todos os recursos naturais envolvidos, como nascentes, espécies e matas de galeria.

Vários órgãos institucionais no Brasil, como a Embrapa, organizações não governamentais e instituições privadas estão desenvolvendo inúmeras pesquisas voltadas para o assunto. 

Assim, são desenvolvidas técnicas de controle natural de pragas, tolerância de vegetais a insetos, por meio da hibridação e a rotação de culturas. Tudo isso visando ao uso equilibrado dos recursos.

Se você quer auxílio nessa jornada de manter as produções produtivas e, ao mesmo tempo, com o uso consciente dos recursos, a TerraMagna pode te ajudar com isso! 

Nossa tecnologia permite conceder crédito para distribuidores e produtores de forma mais rápida e com taxas mais justas assim, você pode conseguir obter recursos para investir nos seus cultivos!

Quer saber mais?

Converse com nossos especialistas!

Procurando um tema específico?

Gostou do artigo?

Receba gratuitamente conteúdos exclusivos e inéditos por e-mail, feitos pelos especialistas da TerraMagna.

Veja também

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Crédito seguro para o agronegócio

Av. Anchieta, 1078 – Jd Nova America

São José dos Campos – SP

Contato

 (12) 3923.3355

 [email protected]

(65) 9 9639.1505

Acompanhe as novidades