TerraMagna Logo
Portal do
produtor rural
Trator com implemento de arado

Trator: quais fatores levar em consideração?

Ter a mecânica atuando a favor do setor agrícola é, sem dúvidas, algo muito bom. São muitos os passos necessários até a colheita: preparar o solo, plantar, adubar e, finalmente, fazer a colheita

A depender do tamanho da propriedade, é humanamente impossível realizar todas essas tarefas sem a ajuda de máquinas agrícolas como o trator, por exemplo.

De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da Esalq/USP (Cepea), juntamente com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em 2021, o agronegócio no país representou 27,4% do PIB.

É justamente por isso que um item como o trator é tão imprescindível para o sucesso dos seus negócios. Ele consegue fazer trabalhos para os quais seriam necessárias várias pessoas e que levariam muito mais tempo para ser realizados.

Não importa se você tem uma propriedade pequena, média ou gigantesca. Existe um tipo de trator para cada necessidade, e, na hora de fazer sua escolha, é preciso levar algumas variáveis em consideração.

Veja a seguir quais são elas e como escolher o melhor trator para aumentar ainda mais os rendimentos do seu negócio. Confira!

Por que ter um trator?

Esse é o primeiro ponto que precisa ser analisado: por que ter um trator na sua propriedade? O fato de o seu concorrente ter um já é um ótimo motivo, mas pode ir muito além disso.

O trator é uma das máquinas agrícolas mais usadas no nicho e consegue oferecer uma grande ajuda para diversas tarefas que precisam ser realizadas, como:

  • plantio direto;
  • aração;
  • cultivo;
  • plantio.

Há vários modelos no mercado que, além de fazer tudo isso, também conseguem oferecer outras funções, por exemplo, a de manutenção do plantio e ajuda na distribuição de fertilizantes.

Além de tudo isso, você também pode unir o trator à tecnologia. Atualmente, é possível encontrar um modelo que seja capaz de suportar diferentes quantidades de carga e ainda oferecer maior precisão nas tarefas por conta da tecnologia.

Classificação do trator agrícola

Para fazer a sua escolha da melhor maneira possível, é interessante conhecer como os tratores são classificados e entender o motivo disso.

Tratores compactos

Como o próprio nome já diz, esse tipo de trator é uma versão menor do trator agrícola convencional. Ele é mais indicado para tarefas como paisagismo e também na administração de fazendas. 

Porém, seu uso também pode ser direcionado para duas funções de grande importância: colheitas comerciais e plantações.

Tratores padrão

Também conhecidos como wheatland, esses modelos são indicados para tarefas mais pesadas, como aração. São tratores excelentes para esse tipo de trabalho justamente por causa da sua estrutura: ele é composto de rodas fixas e tem centro de gravidade mais baixo.

Tratores utilitários

É um modelo que possui mais funções do que os tratores convencionais. Eles conseguem ir além das tarefas mais tradicionais do campo.

São máquinas que podem ser personalizadas, ou seja, elas podem ser montadas de acordo com a sua necessidade. 

Para se ter uma ideia, essas máquinas conseguem desempenhar desde de tarefas como paisagismo até a escavação, tamanha a versatilidade. Também é possível ter alguns instrumentos acoplados, como garfos.

Tratores de altas safras

Ao contrário do trator padrão, o de alta safra possui um piso ajustável e que costuma ter uma maior distância do solo. 

É justamente por isso que são ótimos para culturas de algodão, por exemplo. Se você faz cultivo em fileiras de plantas com crescimento elevado, esse é o melhor tipo de trator para o seu trabalho.

Como escolher o trator ideal?

1. Pense na garantia do trator

Estamos falando de um item de alto investimento; portanto, a garantia é algo que precisa ser fortemente considerado. 

A primeira pergunta que você precisa fazer é se o equipamento possui garantia total ou apenas parcial. Isso pode fazer uma grande diferença no seu orçamento e no desempenho dos negócios. 

Há outros pontos associados à garantia que precisam ser analisados, como a assistência técnica do fabricante e também o custo da manutenção. 

É bom ficar atento também à questão das peças. Elas costumam ser muito caras? Qual o local mais próximo onde podem ser encontradas? Quanto tempo as peças levam para chegar ao local do reparo? 

É como comprar um carro: você precisa analisar todas essas questões antes de fazer o investimento e pesar o custo-benefício.

2. Análise a potência do motor

Esse é um ponto essencial para ser analisado quando o assunto é escolher o melhor trator para as tarefas necessárias. 

A potência de um trator, normalmente, é medida em cavalo-vapor (cv), portanto, quanto maior for o cv, maior também será o desempenho da máquina.

O que você precisa perguntar ao vendedor no momento da compra é a potência do motor necessária para desempenhar as tarefas que precisa na propriedade. 

Talvez não seja imprescindível comprar o que tem maior potência, a não ser que os seus planos de expansão sejam a curto prazo.

3. Pergunte sobre a transmissão

Caso você não saiba, a transmissão nada mais é do que a comunicação entre as rodas e a potência do trator. 

É algo que contribui e muito para facilitar ou dificultar quem guiará a máquina, ou seja, o motorista. Afinal de contas, será necessário trocar de marcha algumas vezes durante o trabalho.

Aqui você deve questionar quantas marchas tem o trator. Quanto mais marchas, mais velocidades o trator terá e maior será a variedade de tarefas que poderá fazer. 

4. Pense no consumo do combustível

Quando se trata de combustível, é essencial pensar no longo prazo; afinal, é algo que vai consumir o seu orçamento por um longo tempo.

Um ponto importante a se analisar é a relação economia × potência. A explicação para isso é simples: normalmente, os mais econômicos acabam não sendo tão potentes. 

E esse é um ponto bastante relevante, pois, para priorizar a economia do combustível, você pode perder eficiência e agilidade no trabalho do campo.

Mas como saber quanto de combustível o trator consome? É simples: você precisa perguntar quanto ele consome por hora ou por hectare percorrido. Dessa forma, é possível fazer um cálculo com base na sua produção atual e saber qual é o melhor custo-benefício.

5. Não olhe apenas para o preço

Esse é um erro bastante comum e que muitas pessoas costumam cometer. Essa é uma regra, na verdade, válida para qualquer coisa que você precise comprar. O preço nem sempre vai te dizer se o produto é bom ou não.

Por exemplo, focar o modelo de trator mais barato pode não ser a melhor escolha, pois você pode perder muito em desempenho e reduzir sua safra. É um barato que sai caro.

6. Leve em consideração o tipo de terreno

Um terreno mais plano precisa de um tipo de trator. Já alguns mais inclinados podem precisar de uma máquina com mais potência. 

Além do tipo de terreno, leve em conta também o tamanho da área que o trator percorrerá todos os dias.

Aqui, o pneu também é algo de grande importância, pois, a depender do tipo de terreno e solo, certo tipo de pneu será necessário.

É por isso que nossa recomendação é a seguinte: no momento da compra, exponha toda a sua situação para o vendedor de maneira clara e objetiva, para que ele possa mostrar a você a máquina mais adequada para o que precisa.

7. Você já tem implementos para o trator?

Outro ponto que precisa ser considerado na compra de um trator; se você já possui implementos na propriedade que podem ser utilizados no trator já ajuda a economizar e facilita muito o trabalho. 

É mais vantagem alugar ou comprar?

Essa é uma dúvida bastante comum e que passa pela cabeça de quem precisa comprar um trator. Para tomar uma boa decisão, o primeiro passo é conhecer os custos operacionais. 

Há também uma pergunta a ser feita: seu orçamento é capaz de arcar com os elevados valores de uma máquina como essa? Você realmente usa a máquina a ponto de ser mais vantajoso comprar do que alugar?

Normalmente, se o trator for usado por cerca de 1 ano, o aluguel pode ser mais interessante, mas não dá para “bater o martelo” só pensando no tempo de uso. Alugar pode ser uma boa opção, embora seja preciso pensar nos prós e contras. 

Por exemplo, pode ser que você precise do trator em um período inesperado. Surgiu uma boa oportunidade de negócio e você precisará da máquina para trabalhar. 

Porém, o trator de que precisa já está alugado e não estará disponível por um longo período.

Você já está preparado para comprar um trator

Comprar um trator pode parecer um custo muito elevado no primeiro momento, porém, existem opções de crédito facilitado e com juros mais baixos que você pode conseguir. 

Pode ser que a sua produção só não esteja maior por falta de um equipamento melhor, e deixar dessa forma pode trazer ainda mais prejuízos.

É justamente pensando nisso que a TerraMagna oferece crédito para o seu negócio, com taxas mais justas. 

Aqui, vários pontos são analisados, como capacidade de produção, o seu histórico e outras informações. Será muito mais fácil realizar a compra do seu trator dessa forma.

Converse com nossos especialistas no assunto e explique o que você precisa para fazer a sua produção crescer como nunca! 

Procurando um tema específico?

Gostou do artigo?

Receba gratuitamente conteúdos exclusivos e inéditos por e-mail, feitos pelos especialistas da TerraMagna.

Veja também

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Crédito seguro para o agronegócio

Av. Anchieta, 1078 – Jd Nova America

São José dos Campos – SP

Contato

 (12) 3923.3355

 [email protected]

(65) 9 9639.1505

Acompanhe as novidades