Fundo criado pela TerraMagna, Sparta e Grano Capital faz captação de 48 milhões de reais para financiar o agro

O fundo traz para o agronegócio o insumo mais importante: o crédito. Voltado ao financiamento agrícola, o FIDC Agro SGT acaba de captar 48 milhões de reais, voltado ao custeio de soja.

Distribuidores de insumos do agro poderão se beneficiar com o serviço através da antecipação de CPRs (Cédula de Produto Rural), emitidas pelos produtores rurais nas operações de barter – viabilizador comercial que consiste na troca de insumos pela futura produção agrícola.

“A operação alimenta diretamente o motor do nosso país, o agronegócio. Distribuidores terão a oportunidade de ter dinheiro à vista em caixa, sair do risco da operação de barter, além de aumentar suas vendas e conseguir descontos na compra de insumos”, conta Bernardo Fabiani, diretor executivo da TerraMagna.

Segundo o FIDC Agro SGT, a expectativa é que os investidores que aplicaram no fundo consigam rendimento de aproximadamente 11% ao ano.

Desde 2017 a TerraMagna está reinventando a forma como o crédito é subscrito, concedido e cobrado na agricultura brasileira, alavancando tecnologia e fontes de dados alternativas para transformar um processo arriscado e volátil em uma experiência simples e segura.

Com a TerraMagna, distribuidores, agroindústrias e agricultores têm acesso a crédito justo e os investidores têm ativos de alto rendimento, sem correlação com o mercado tradicional e de alto volume para investir.

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Procurando um tema específico?

Gostou do artigo?

Receba conteúdos como esse, gratuitamente, por e-mail.

Crédito seguro para o agronegócio

Av. Anchieta, 1078
     Jardim Nova America
     São José dos Campos – SP

+55 (12) 9 8121-0847

[email protected]