A tecnologia, adotada por vários setores da economia, possibilita oportunidades em grandes campos de atuação. No agronegócio, não é diferente. Ela tem auxiliado produtores rurais a aumentar a produtividade de diversas maneiras. Uma das mais conhecidas é com o uso de maquinário de ponta, desde o momento do plantio até a colheita. Porém, se observarmos com atenção, veremos que os recursos tecnológicos estão presentes em tudo o que o produtor manuseia – sementes, fertilizantes, defensivos -, e são essenciais para o desenvolvimento da atividade produtiva.

Se para os produtores a tecnologia ajuda na evolução de seus negócios, para os investidores, ela é essencial para atrair sua atenção para o agro. O mercado de capitais não tem problema em assumir riscos altos – para isso, eles cobram taxas equivalentes -, desde que esse risco seja mensurável. A adoção de recursos avançados reduz os gaps de informação que o investidor precisa, oferecendo um cruzamento entre o potencial de produção e estimativas de resultados mais precisas.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

O monitoramento em tempo real das áreas plantadas e suas atividades, permite que o investidor tenha mais opções de ação em casos de potenciais riscos, trazendo transparência para a negociação.

Atualmente, com o auxílio do monitoramento via satélite e processamento de dados, por exemplo, é possível obter informações constantemente atualizadas, fornecendo ao investidor a visão do fluxo de plantio e expectativa de colheita, o que resulta em financiamentos confiáveis, uma vez que as informações trazidas através de dados isentos e concretos trazem mais segurança para as operações. Além disso, após uma alta análise, também é possível dar acesso ao crédito para produtores que apresentam maior risco, analisando individualmente seus casos para que consigam um financiamento com taxas de juros compatíveis com o seu perfil.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Para se ter uma ideia, é tão forte o impacto da tecnologia nas negociações de crédito que ela está conectando o agronegócio ao mercado de capitais. Apoiado nos dados de qualidade que a tecnologia fornece, o agro encontrou uma importante entrada de recursos para levar crédito justo aos distribuidores, através da antecipação de recebíveis de forma segura e assertiva.