TerraMagna Logo
Portal do
produtor rural

O crédito para as distribuidoras de insumos

O financiamento e o crédito são fundamentais nos pequenos, médios e grandes negócios para que a agricultura brasileira tenha capital de giro no plantio e na colheita. A compra de fertilizantes nas distribuidoras geralmente é feita a prazo. O produtor rural compra para pagar com a produção ou com a comercialização da safra, o que exige do distribuidor uma boa gestão financeira.

O papel das distribuidoras de insumos na concessão do crédito rural é o que torna o negócio agrícola viável, mas nem sempre é possível crescer de acordo com a demanda do campo. Isso acontece porque a distribuidora precisa ter acesso ao capital de forma rápida para ampliar as instalações ou a linha de produtos oferecidos. A captação de recursos tem sido um desafio para aumentar as margens dos empresários de insumos.

Criado há mais de um ano, o Fundo de Investimento em Cadeias Agroindustriais (Fiagro) é uma opção para investidores aplicarem capital no agronegócio. O Fiagro também se apresenta como uma forma de acesso ao crédito para as distribuidoras comprarem insumos. Tendo mais recursos, é possível negociar prazos com as indústrias e ter mais produtos disponíveis nos momentos de maior demanda do produtor, como no início do plantio.

A dinâmica financeira, que dá folego ao distribuidor e que antes só era possível com outras operações financeiras, passa ter o Fiagro como um impulsionador; uma opção de antecipar o dinheiro. Com o recurso em caixa, é possível negociar com a indústria e dar prazos ao produtor que precisa dos insumos no plantio para pagar no fim do ciclo com a colheita.

Nesse tipo de operação, o risco do negócio tem a garantia do mercado financeiro, que já conhece a imprevisibilidade do clima e as quebras na produção.

Os especialistas financeiros dizem que operações de Fiagro como forma de antecipação devem ganhar espaço, por causa do desempenho do agronegócio brasileiro, que vem se mostrando um setor da economia com tendência à estabilidade e à firmeza. Assim, o capital investidor tende a aumentar suas aplicações nos fundos do agronegócio que vêm se mostrando uma opção firme de retorno. Desse modo, é possível trazer mais uma possibilidade de antecipação para os empresários dos insumos financiarem os produtores e negociarem com as indústrias e os fornecedores.

Procurando um tema específico?

Gostou do artigo?

Receba gratuitamente conteúdos exclusivos e inéditos por e-mail, feitos pelos especialistas da TerraMagna.

Veja também

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Crédito seguro para o agronegócio

Av. Anchieta, 1078 – Jd Nova America

São José dos Campos – SP

Contato

 (12) 3923.3355

 [email protected]

(65) 9 9639.1505

Acompanhe as novidades