TerraMagna Logo
Portal do
produtor rural
Trator em meio a lavoura representando os implementos agricolas

Implementos agrícolas: descubra quais são os principais e suas funções

Os implementos agrícolas revolucionaram a forma de fazer agricultura, desde os primórdios.

Nas últimas décadas, por causa do avanço da tecnologia na agricultura, equipamentos como implementos agrícolas têm se tornado cada vez mais modernos e eficientes. 

Por um segundo, você já imaginou tentar realizar as atividades de preparo do solo, plantio, colheita de hectares de lavoura sem usar ferramentas e máquinas? 

Hoje em dia é quase impossível de imaginar, não é mesmo?


Os implementos agrícolas definitivamente ajudam o produtor em todos os processos de produção, preparo do solo, cuidados com a lavoura e colheita, trazendo, para o produtor, agilidade, produtividade e mais rentabilidade.

De fato, isso só confirma a grande importância do uso de implementos agrícolas.

Você sabe quais são os implementos ideais para cada atividade?

Neste artigo, você entenderá tudo sobre os tipos de implementos agrícolas e seu valor na agricultura. Leia até o final e confira!

O que são implementos agrícolas?

São partes de equipamentos acoplados a qualquer sistema de acionamento, como máquinas e tratores, para ajudar a realizar uma atividade específica.

Eles estão presentes em várias tarefas, desde a preparação do solo até o final do período de cultivo. 


A principal diferença entre máquinas e implementos agrícolas é que estes não têm um sistema de acionamento, ou seja, não se move por si só. 

Cada tipo de implemento tem uma funcionalidade muito específica.

É muito importante ter o equipamento certo para o tipo de atividade que você deseja realizar em sua propriedade. 

Descubra logo mais quais são os principais tipos de implementos agrícolas.

Quais são os implementos agrícolas? 

O uso de diferentes tipos de implementos agrícolas está provando ser um dos parceiros mais importantes para aumentar a eficiência e a produtividade dos agricultores.

Entretanto, a incorporação das ferramentas certas é um desafio complexo.

É necessário conhecer bem as funções das máquinas e os custos envolvidos em cada operação para evitar perdas.

Para um entendimento mais profundo, confira com mais detalhes os principais implementos agrícolas utilizados. 

  1. Arados

Os arados têm sido, sem dúvida, o implemento de lavoura com maior efeito na narrativa da agricultura mundial desde a sua origem.

Originalmente, ele foi desenvolvido para uso com tração animal e, consequentemente, ficou conhecido como “arado de boi”.

Em resumo, podemos dizer que a capacidade desse implemento agrícola é trabalhar o solo para o cultivo de plantas.

O arado transforma a camada da superfície do solo, beneficia o enterramento de resíduos de culturas ou ervas daninhas e otimiza a infiltração de água.

Além disso, é o implemento agrícola mais utilizado para construir curvas de nível e integrar fertilizantes e melhoradores de solo.

Os arados também podem ser classificados em: 

Arado de discos: implementos agrícolas formados por discos; podem ser lisos ou com recortes. Existem diversos tipos de arados de discos, com diferentes diâmetros, largura, sistema de acoplamento no trator:

  • arrasto; 
  • montado; 
  • semimontado, etc.

Arado de aivecas: esse implemento já é mais antigo do que o arado mencionado anteriormente. Além disso, o disco de corte tem um formato de “V”, permitindo o tombo da terra. 

  1. Grades

Além do preparo do solo, são utilizadas grades para melhorar as condições de semeadura, germinação e desenvolvimento das plantas cultivadas.

As grades são acopladas a tratores e utilizadas para quebrar e desagregar fragmentos de terra; nivelar a área do solo; integrar insumos aplicados por pulverização; cortar e integrar resíduos da cultura (superficialmente).

As grades podem ser de dentes, molas ou discos e devem ser usadas com cautela, pois podem causar problemas como deixar o solo suscetível à erosão, compactação do solo e aumento do uso de combustível. 

  1. Pulverizador

Os pulverizadores autopropulsores são caros para a maior parte do mercado; eles têm tanques que podem conter grandes volumes de solução, sendo adequados apenas para grandes fazendas, em razão do seu alto custo.

 Os principais implementos agrícolas para pulverização são: 

Pulverizador atomizador: bastante usado para aplicações de produtos fitossanitários. É caracterizado pela presença de ventiladores, que fazem a geração do fluxo do ar.

Pulverizador de barra: possuem tanques com vários tipos de volume, e há bicos de aplicação em suas barras. Permitem, também, a pulverização de maneira variável.

  1. Subsolador

Em áreas onde o solo é bastante compactado, são necessárias operações específicas para promover novamente o desenvolvimento do sistema radicular das plantas.

Cita-se, em especial, a compactação, resultado do tráfego de máquinas pesadas nos campos, assim como operações repetitivas de arado.

O subsolador é o implemento agrícola mais indicado nesses casos.

Ele consiste em varas metálicas que podem atingir profundidades de até 1,10 m, que fazem o trabalho de descompressão das camadas do solo. Deve-se observar que esse implemento agrícola não promove a variação do solo. 

  1. Rolo faca

Seu uso é predominante em sistemas de plantio direto. Sua principal função é cortar, amassar e aplanar culturas de cobertura ou resíduos.

Essa atividade otimiza a eficácia da cobertura do solo.

Em resumo, ele preserva uma parte importante da palha na área de semeadura, o que permite sua posterior ligação com o solo. 

  1. Semeadora

Trata-se da classe de implementos que mais evoluiu nos últimos tempos.

Em resumo, as semeadoras se destinam a depositar a semente no solo para o desenvolvimento da planta.

No entanto, para garantir maior precisão e rendimento agrícola, esse implemento agrícola vem acumulando outras responsabilidades, de modo que há certos modelos que fazem a fertilização diretamente no sulco de plantio à medida que soltam a semente.

Na agricultura, esse é o componente que mais influencia o suporte inicial da planta, especialmente nas características que utilizam a agricultura de precisão.

Nesse sentido, uma sequência de sensores é adicionada aos implementos agrícolas, o que permite uma semeadura muito mais rigorosa. 

  1. Enxada rotativa

A enxada rotativa também é utilizada na preparação do solo, sendo sua enorme virtude a probabilidade de preparar o solo em uma única operação.

Esse implemento agrícola é bastante comum em plantações de hortaliças e flores, e também é usado para controle de ervas daninhas e na aplicação de fertilizantes e corretivos de solo. 

  1. Sulcadores

A função desse implemento é abrir sulcos no solo, onde são depositados sementes e adubos.

Os tipos mais comuns são:

  • sulcadores de discos;
  • sulcadores de facão;
  • sulcadores de enxada.

Os que possuem um custo menor com combustível são os de disco.

  1. Colhedeira de forragem

As colhedoras de forragem são aplicadas, como o nome sugere, à colheita de forragem. Há também colhedoras acopladas. 

Um dos benefícios de seu uso é a menor compactação do solo, já que são muito mais leves que os autopropulsores. São também mais econômicas em termos de custos de combustível. 

Quando usar implementos agrícolas?

Alguns indicadores podem mostrar a necessidade de implementos agrícolas. Esses indicadores são:

  • baixa eficiência das ocupações agrícolas;
  • baixo nível de rentabilidade;
  • atividades e processos que consomem muito tempo;
  • baixa flexibilidade do sistema de gestão em geral;
  • insatisfação dos colaboradores na ocupação do campo;
  • baixa produtividade da lavoura e do sistema em geral;
  • perdas relacionadas a atrasos nas ocupações como preparação do solo, plantio, controle de pragas, doenças, plantas daninhas, colheita, e assim por diante.

Se uma ou mais dessas situações ocorrer em sua fazenda, talvez seja necessário avaliar e investir em implementos agrícolas.

Benefícios dos implementos agrícolas

O uso de implementos agrícolas pode tornar seu trabalho muito mais fácil, com uma maior eficiência das ocupações agrícolas.

Tarefas repetitivas e de alta magnitude se tornam muito mais possíveis.

Além disso, há outras vantagens, tais como: 

  • melhora na invariabilidade da atividade;
  • menos supervisão humana;
  • menos riscos de acidentes;
  • mais eficiência nas atividades;
  • melhor controle do tempo da produção;
  • melhora no planejamento de mão de obra e métricas assertivas.

O que é a mecanização agrícola?

A mecanização agrícola é uma das principais áreas da engenharia agrícola.

Seu foco é planejamento, execução e aperfeiçoamento de processos agrícolas por meio do uso de equipamentos, implementos e ferramentas mecânicas.

Quais são as tendências para o futuro?

IOT
Mais conhecida como Inteligência das Coisas, tem um papel fundamental nessa nova tendência de usar dispositivos conectados à rede e gerenciá-los remotamente com ajuda de sistemas de inteligência artificial.

Algumas tecnologias bastante usadas são sensores wireless, GPS, câmeras, etc.

Big Data

O Big Data é a interpretação de uma proporção gigantesca de informações.

Essas informações podem vir de dados coletados sobre a área, o que ajuda em melhores tomadas de decisões.

Isso inclui a organização antecipada das ocupações ao longo do ano, tornando as operações mais econômicas e assertivas. 

Drones 

Os drones agrícolas têm o potencial de serem úteis no processo de monitoramento das ocupações realizadas pelos implementos.

Com eles, é possível detectar aspectos que requerem gerenciamento no campo, como a existência de ervas daninhas.

O maior benefício é que isso pode ser feito que seja necessário ir para o campo. 

Máquinas autônomas

As máquinas autônomas, com inteligência artificial (IA), têm a possibilidade de atuar na idealização das rotas superiores ou na otimização destas. 

Elas funcionam por meio do piloto automático agrícola. Como consequência, fazem a programação das repetições, poupando com isso muita mão de obra. 

Para a operação das máquinas, a mão de obra deve ser mais técnica, específica e qualificada.

Máquinas modernas

O uso de veículos autônomos, como semeadoras, colheitadeiras, adubadoras, ou seja, aqueles que não requerem um operador, tem sido objeto de análise por vários estudiosos.

Afinal, essa tendência se reflete na indústria de tratores, que busca unidades que realizam trabalho ininterrupto no campo, com maior produtividade e precisão.

Nesse sentido, dispositivos como GPS, câmeras e sensores tornam essa realidade viável. 

O futuro da agricultura é realmente surpreendente; portanto, investir em tecnologia e novos implementos agrícolas é essencial para o sucesso do seu projeto.

TerraMagna: crédito justo, fácil e rápido

Neste texto, exploramos qual é a importância de implementos agrícolas como grades, arados, sementeiras, etc.

O produtor rural possui uma série de opções de implementos agrícolas no mercado.

Investir em implementos agrícolas pode parecer, em um primeiro momento, um custo muito elevado.

Entretanto, existem opções de crédito que facilitam o processo para o produtor, com juros mais baixos do que você pode imaginar.

Pode ser que a sua produção não esteja maior por falta de investimento em implementos agrícolas e equipamentos melhores; já pensou nisso?

A TerraMagna é uma empresa que foi criada para acabar com a dor do produtor rural de não conseguir crédito.

Sem burocracia, a tecnologia leva para a sua lavoura PERDA ZERO.

Queremos levar o agronegócio para outro nível neste ano de 2022.

Não perca mais seu tempo: converse com nossos especialistas!

Leia também: Trator: quais fatores levar em consideração?

Procurando um tema específico?

Gostou do artigo?

Receba gratuitamente conteúdos exclusivos e inéditos por e-mail, feitos pelos especialistas da TerraMagna.

Veja também

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Crédito seguro para o agronegócio

Av. Anchieta, 1078 – Jd Nova America

São José dos Campos – SP

Contato

 (12) 3923.3355

 [email protected]

(65) 9 9639.1505

Acompanhe as novidades