TerraMagna Logo
Portal do
produtor rural
nematelmintos infestando a lavoura

Nematelmintos: os inimigos quase imperceptíveis das lavouras

Você já ouviu falar sobre nematelmintos? Se tem algo que tira o sossego dos agricultores, além das condições climáticas e do solo, são as pragas e doenças do solo. Afinal, geram uma importante restrição à produção agrícola. 

Os nematódeos, ou nematelmintos, estão, hoje, entre uma das principais pragas agrícolas. 

No Brasil, as nematoses estão entre as fitossanidades mais importantes nos cultivos de campo ou em sistema protegido. 

Os gêneros que ocorrem com mais frequência são Meloidogyne (nematoides das galhas), Pratylenchus (nematoide das lesões), Heterodera (nematoides de cistos), Rotylenchulus (nematoides reniformes) e Radopholus (nematoide cavernícola).  

Apesar dos diversos gêneros, dois se destacam, sendo o de galhas o mais perigoso. 

Ele pode ser encontrado em diversos ambientes pelo mundo, mas as principais perdas estão relacionadas às culturas agrícolas. 

Para que se tenha uma ideia, a Sociedade Brasileira de Nematologia (SBN) calcula que esses organismos podem causar prejuízos de R$ 35 bilhões ao ano ao agro brasileiro

Ao longo deste artigo, você entenderá melhor o que são nematelmintos, por que são perigosos e como proteger as lavouras. Boa leitura! 

Nematelmintos: o que são? 

Os nematódeos, ou nematelmintos, são vermes que possuem corpo em formato cilíndrico. Normalmente são alongados e com extremidades afiladas. 

Em alguns casos, as fêmeas chegam a ter formas bem peculiares. Podem se parecer com um rim ou uma maçã. Por outro lado, há espécies que estão longe de serem parecidas com um verme. 

O tamanho deles é variável. Os parasitas de plantas medem de 0,03 a 3 milímetros de comprimento, e os de animais podem atingir até vários centímetros de comprimento. 

Os nematelmintos podem sobreviver em qualquer ambiente, desde que haja bastante água. Quando acontece o contrário – falta de água e altas temperaturas –, eles morrem. 

Mas não são todos. Existem algumas espécies que resistem tranquilamente à escassez de água durante meses e até anos. 

Onde os nematelmintos podem ser encontrados? 

Como acabamos de mencionar, os nematoides podem ser encontrados nos mais diversos ambientes, desde os oceanos até o microscópico filme de água que cobre as partículas de solo. 

Com base em seus hábitos alimentares, esses parasitas são divididos em:

  • parasitas de plantas;
  • parasitas de animais;
  • parasitas de vida livre (fungívoros, bacteriófagos, carnívoros e omnívoros). 

O grupo funcional considerado mais importante é o de nematoides parasitas de plantas, que habitam o solo e estruturas vegetais, folhas, caules e, principalmente, raízes. 

Agora, aqueles que parasitam os animais de gado são encontrados no sistema gastrointestinal e em outros órgãos, podendo levar à morte quando não tratados a tempo. Estima-se que dez milhões de cabeças são perdidas anualmente. 

Mas, independentemente de estarem presentes em plantas ou animais, a verdade é que os nematelmintos têm relevante importância econômica.

Por que os agricultores devem tomar cuidado com as mudas contaminadas? 

Os nematelmintos podem atacar o sistema radicular de qualquer planta. Por isso, causa inúmeros impactos em culturas anuais ou perenes, como o café. 

Apesar de as perdas anuais serem difíceis de se contabilizar – já que esses parasitas não são visíveis a olho nu –, dados coletados em 2015, em 14 países e 40 culturas, contabilizaram perdas em torno de 13,5%

Os prejuízos chegaram a 358,24 bilhões de dólares. Por isso, comentamos os grandes impactos para a economia. Não se trata apenas de perdas de culturas. 

Para os agricultores, é extremamente difícil controlar esses parasitas, já que vivem no solo. 

O ideal é que encontrem meios de prevenir a infestação deles. Uma das melhores formas de fazer isso é não utilizar mudas contaminadas na implantação da lavoura. 

Então, dê preferência às mudas que são certificadas, ou seja, comprovadamente isentas de nematoides. 

Esses cuidados não representam um gasto desnecessário; muito pelo contrário, é o sucesso da sua produção. 

Apenas a título de comparação, o controle preventivo de nematelmintos apresenta 100% de eficiência. 

Já os produtos químicos usados no combate de pragas têm sua eficiência reduzida em plantas perenes, como o café. 

Como os nematelmintos chegam às lavouras? 

Os nematelmintos podem chegar às lavouras por meio de:

  • água de irrigação;
  • ventos fortes; 
  • mudas produzidas em substratos ou solos infectados;
  • máquinas e implementos agrícolas;
  • movimentos de animais ou pessoas. 

Normalmente, os agricultores começam a notar a presença de parasitas na parte aérea da planta, que apresentam dificuldade de retirar água e nutrientes do solo. 

Os ataques costumam acontecer nas reboleiras, onde as plantas apresentam menor crescimento; outro sintoma é o amarelamento das folhas. 

Por último, os fatores que contribuem para a proliferação dos nematelmintos são solo, clima, região e tipo de manejo. 

Como controlar a proliferação de nematelmintos? 

Não há como prever quando as lavouras serão contaminadas, mas existem algumas formas de prevenir os nematelmintos. Veja a seguir medidas para evitá-los: 

  • manter os reservatórios de água e os canais de irrigação sempre limpos;
  • usar mudas produzidas em substratos certificados;
  • lavar com cuidado as máquinas e os implementos agrícolas, principalmente depois de utilizá-los no manejo de áreas infestadas; 
  • controlar a entrada de pessoas e animais domésticos nas áreas contaminadas;
  • evitar plantar sucessivamente as culturas suscetíveis ao verme;
  • realizar a rotação de culturas com gramíneas, como milho e sorgo;
  • dar preferência aos cultivares resistentes;
  • deixar as camadas mais profundas do solo expostas à luz solar nas horas mais quentes do dia.

Ao tomar esses cuidados, certamente você estará contribuindo para evitar que os nematoides coloquem sua lavoura em risco. 

Como realizar o manejo correto para evitar a ação dos nematoides? 

Já falamos aqui o quanto é difícil identificar a ação dos nematelmintos. Mas existem, além dos cuidados que citamos, algumas formas de manejo que também podem colaborar com o controle desses parasitas. 

Uma delas é o manejo integrado, que se baseia em técnicas que procuram mantê-los abaixo do nível populacional de dano econômico.

Manejo integrado de nematoides é a integração de diversas medidas de controle, com o objetivo de potencializar a ação dos agentes. Nela, as características ecológicas e econômicas das culturas são consideradas.  

Mas, para ter a certeza de qual é o regime mais adequado para o manejo correto dos nematelmintos, é preciso que as espécies de importância econômica sejam corretamente identificadas.

Dessa maneira, a primeira coisa a ser feita é promover a identificação taxonômica dos fitonematoides presentes na cultura, da sua importância, aspectos biológicos, hábitos e hospedeiros. 

No manejo integrado, é recomendado o uso de: 

  • variedades resistentes;
  • nematicidas registrados;
  • agentes de controle biológico;
  • técnicas de sucessão e rotação de culturas com plantas não hospedeiras, incluindo os adubos verdes e plantas antagonistas. É importante deixar a terra repousando por, no mínimo, seis meses. Todas as plantas voluntárias e plantas silvestres do local devem ser retiradas.

Também é comum a adição de matéria orgânica no solo na forma de torta de sementes, biomassa vegetal, resíduos agroindustriais e de animais, além de lixo urbano, como detritos e resíduos de tratamento de esgoto.

Já a aplicação de material orgânico melhora as propriedades físico-químicas do solo. Isso favorecerá o crescimento das plantas, tornando-as resistentes aos ataques dos nematelmintos. 

Uma questão interessante: tais ações também favorecem o crescimento de populações de inimigos naturais dos nematoides. 

A decomposição da matéria orgânica libera compostos altamente tóxicos para os parasitas. 

Amônia e ácidos graxos são alguns exemplos. Ambos são formados durante sua composição, além da incorporação de mais nutrientes que serão absorvidos pela cultura. 

Quais são as melhores plantas para o uso nas culturas de rotação? 

As melhores plantas para utilizar nas culturas de rotação ou sucessão, a fim de evitar a ação dos nematelmintos, são Crotalaria spectabilis e C. breviflora

Pode parecer estranho, mas até mesmo o amendoim pode ser útil no controle das espécies M. incognita e R. reniformis. Mas atenção: pode haver aumento da densidade de P. brachyurus. Os reflexos negativos são observados na produção do amendoim, do algodão e da soja. 

As braquiárias (Brachiaria decumbens, B. brizantha e B. ruziziensis) e as Panicum maximum são efetivas no controle de M. incognita e R. reniformis.  Entretanto, como o amendoim, infelizmente podem aumentar a densidade populacional de
P. brachyurus.

Brevíssima história de como os nematelmintos chegaram ao Brasil

Segundo os estudiosos, os nematoides de importância agrícola chegaram ao Brasil no século XIX, com o plantio da palmeira imperial. 

Eles se espalharam pelo Nordeste, atacando coqueiros e dendezeiros e causando inúmeros prejuízos às lavouras. 

Depois de 50 anos, já no início do século XX, outros nematelmintos foram os responsáveis por causar uma queda de produtividade em cafezais da então província do Rio de Janeiro. 

Ao terminar de ler este artigo, você já conseguiu ter uma boa ideia de por que os nematelmintos são um verdadeiro terror às lavouras. São de difícil identificação e causam incalculáveis prejuízos econômicos. 

Por isso, você que é agricultor deve estar sempre atento e, claro, preparado para lidar com eles. 

TerraMagna: ao seu lado para cuidar da sua lavoura

Mudas certificadas, insumos agrícolas, tecnologia e mão de obra estão sempre na ponta do lápis de todos os agricultores. 

Como sabemos disso, desenvolvemos uma maneira de oferecer a você crédito rápido, fácil e sem burocracias. Tudo para que cuide da sua lavoura com o que há de melhor no mercado.

Não perca mais tempo. Converse com nossos especialistas!

Caso tenha gostado desse artigo, continue acompanhando nosso blog e compartilhe com quem mais possa se interessar. 

Procurando um tema específico?

Gostou do artigo?

Receba gratuitamente conteúdos exclusivos e inéditos por e-mail, feitos pelos especialistas da TerraMagna.

Veja também

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Crédito seguro para o agronegócio

Av. Anchieta, 1078 – Jd Nova America

São José dos Campos – SP

Contato

 (12) 3923.3355

 [email protected]

(65) 9 9639.1505

Acompanhe as novidades